Responsabilidade e Transparência

Jequié terá segundo Dia D de vacinação contra gripe

SECOM - Secretaria de Comunicação - quarta-feira, 15 de maio, 2019


17.661 pessoas, até agora, foram vacinadas contra a gripe Influenza, em Jequié. Cerca de 40% do público alvo. Como forma de amplificação da campanha de vacinação e visando atingir a meta de 90% das pessoas, dentro do perfil de atendimento da campanha, a Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, vai promover um segundo Dia de Vacinação contra a gripe, no dia 25 de maio, quando os Centros de Saúde estarão abertos das 8h às 14h, para atender a população que não compareceu aos locais de imunização durante os dias úteis. Mas a vacinação continua em todas as Unidades de Saúde, normalmente, durante a semana, nos horários de expediente, até o dia 31 de maio.

Os Centros de Saúde Júlia Magalhães, no Jequiezinho, Almerinda Lomanto, no Joaquim Romão, Centro de Saúde Jequié, no Campo do América e Sebastião Azevedo, no Mandacaru estarão com equipes de vacinação, para dar suporte ao Dia D. Nesta campanha, além de indivíduos com 60 anos ou mais de idade, serão vacinadas as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes e as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional, militares.

A vacinação é a única forma de prevenção contra o vírus da gripe. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (SESAB), na Bahia, em 2019, até o dia 02 de maio, foram notificados 250 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), representando 71,6% de redução em relação ao mesmo período de 2018. Verificou-se que 21 casos foram confirmados para Influenza, 38 por outros vírus respiratórios e 84 com amostras negativas. Foram registrados 08 óbitos por SRAG, sendo 01 por Influenza A H1N1 (positivo também para Metapneumovírus, residente em Salvador), 01 por Parainfluenza1 e em 06 óbitos não houve identificação de vírus respiratórios. Dentre os 21 casos confirmados para Influenza, 08 foram ocasionados pelo vírus Influenza A H1N1, 05 pelo vírus Influenza A H3N2, 02 Influenza A não subtipados e 06 por Influenza B. Foram identificados outros vírus respiratórios dentre as amostras positivas dos casos investigados a saber: Vírus Sincicial Respiratório (12), Parainfluenza1 (02), Parainfluenza3 (02), Adenovírus (02) e Metapneumovírus (20).