Prefeitura de Jequié participa de discussão pública sobre mobilidade urbana – Prefeitura de Jequié
Responsabilidade e Transparência
REFIM 2018 - Prorrogado

Prefeitura de Jequié participa de discussão pública sobre mobilidade urbana

SECOM - Secretaria de Comunicação - quinta-feira, 24 de maio, 2018


Secretários municipais e servidores da Prefeitura de Jequié participaram nesta quinta-feira, 24, da oficina ‘Mobilidade Urbana: planejar a cidade para viver melhor’, promovida pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), através da Promotoria de Justiça, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Jequié (ACIJ). O evento reforçou a instrução sobre os aspectos das legislações de políticas de Mobilidade Urbana, que discutem pontos importantes da mobilidade urbana, entre eles, transporte público coletivo e acessibilidade universal. Estiveram na ocasião, representando o prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, o secretário de Serviços Públicos, Renê Andrade; o secretário de Infraestrutura, Fabrício Borges; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Celso Galvão, e o superintendente da SUMTRAN, Luiz Cruz. Também participaram do encontro, o presidente da Câmara de Vereadores, Emanuel Campos Silva; o vereador Valdemir Souza Braga, além de representes dos órgãos de segurança e estudantes de direito.

A oficina contou com palestras do promotor de justiça do MP-BA, Maurício Cavalcanti; da co-gerente do projeto Movimenta Ceama, Delina Santos Azevedo; do engenheiro civil, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Urbanismo, Danilo Ferreira, e do urbanista e analista técnico do MP-BA, Rodrigo Almeida Alves.

Três tópicos foram abordados por técnicos do MP-BA durante o evento, entre eles, Política Nacional de Mobilidade Urbana, Política Estadual de incentivo ao Planejamento da Mobilidade, e Como Fazer o Planejamento e quais os Benefícios para o Município. A oficina teve como intuito contribuir para o aperfeiçoamento, visando a consecução da melhor legislação urbanística possível, para inspirar a elaboração de propostas a serem consideradas, buscando uma melhoria da qualidade de vida e das condições para o desenvolvimento da mobilidade urbana no município, sustentando-se nos princípios de acessibilidade, segurança, eficiência e dinamismo econômico.