É trabalho. É vida melhor.

Prefeitura de Jequié participa de projeto de apoio à detecção de câncer infantil

SECOM - Secretaria de Comunicação - terça-feira, 4 de julho, 2017


As fotos de crianças que ilustram esta matéria são reais e pertencem ao projeto The Gold Hope, criado por empreendedores junto a um fabuloso grupo de fotógrafos que conectam suas câmeras com crianças batalhando contra o câncer.

Com o apoio da Prefeitura de Jequié, através da Secretaria Municipal de Saúde de Jequié, e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), o Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC) – Sul Bahia, realiza no dia 13 e 14 de julho, às 14h, no auditório da UESB, o encerramento do projeto de Diagnóstico Precoce, intitulado “Detecção Precoce: o caminho mais curto para a cura”.  Na cerimônia de encerramento, além da entrega de certificados, será feita a premiação da Unidade de Saúde da Família que vencer a Gincana Solidária, de arrecadação de alimentos para o GACC Sul Bahia.

O projeto que teve a duração de quatro meses, sensibilizou e capacitou um total de 219 profissionais da Estratégia de Saúde da Família, entre médicos, odontólogos, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem e de saúde bucal, agentes comunitários de saúde e alguns profissionais de apoio ao programa de saúde da família, da Secretaria Municipal de Saúde, quanto aos principais sinais e sintomas do câncer infantojuvenil.

As fotos de crianças que ilustram esta matéria são reais e pertencem ao projeto The Gold Hope, criado por empreendedores junto a um fabuloso grupo de fotógrafos que conectam suas câmeras com crianças batalhando contra o câncer.

O encerramento do projeto contará uma aula ministrada exclusivamente para os médicos da atenção básica e uma outra aula dedicada aos profissionais da regulação SUS e contará com a presença da Doutora Teresa Cristina Cardoso Fonseca, coordenadora científica da capacitação, presidente do GACC Sul Bahia e atual presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica e do secretário de Saúde de Jequié, Hassan Iossef.

O Programa Diagnóstico Precoce, desenvolvido pelo GACC Sul Bahia desde 2003 e patrocinado pelo Instituto Ronald McDonald a partir de 2008, já capacitou mais de 1.500 profissionais da Estratégia de Saúde da Família.

“A importância desse projeto é que, através desta capacitação, o profissional de saúde pode vir a identificar cedo, os sintomas do câncer infantil, promovendo assim a mais rápida e menos invasiva forma de tratamento. Possibilita a criança a ser tratada a tempo. Por isso ele é fundamental para todos os setores que lidam com o atendimento de saúde no município.”, disse o secretário municipal de Saúde, Hassan Iossef.

 

“O câncer infantojuvenil, que é uma doença de rápida evolução e cujos sintomas se assemelham muito com várias doenças da infância e adolescência, percebeu-se que a maior arma para se combater a doença era o diagnóstico precoce. Neste sentido, o Programa Diagnóstico Precoce vem para, utilizando um programa que já existe na rede pública (Saúde da Família), chamar a atenção dos profissionais que estão na porta de entrada do sistema de saúde, para os principais sinais e sintomas da doença”, explicou Maria Cecília Limoeiro, Coordenadora Técnica do Programa.

Ainda de acordo com Maria Cecília, o programa já apresentou resultados: “Desde que iniciamos a capacitação dos profissionais de Jequié, já foram encaminhados 7 casos suspeitos para a unidade de tratamento na Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. O que reflete os primeiros resultados deste trabalho”, salientou.