É trabalho. É vida melhor.

Prefeitura de Jequié promove evento virtual para amenizar impactos no setor cultural em tempos de pandemia

SECOM - Secretaria de Comunicação - terça-feira, 6 de abril, 2021


Com o objetivo de prestar apoio aos trabalhadores da cultura, cujas atividades foram severamente afetadas por conta da pandemia da Covid-19 e, ao mesmo tempo, promover a celebração pública às datas comemorativas relativas aos eventos pertencentes à agenda cultural, a Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo, promoveu, no dia 27 de março, a exibição do projeto Março Cultural, evento virtual, gravado em formato de show ao vivo, na Casa da Cultura Pacífico Ribeiro, no dia 20 de março. O projeto contou com apoio do Governo Federal, através da Secretaria Especial de Cultura, vinculada ao Ministério do Turismo, por meio da Lei Aldir Blanc, além de recursos próprios do município.

A gravação do projeto respeitou todos os protocolos de higiene e preventivos contra a disseminação da Covid-19 e os trabalhadores participantes, entre eles artistas das áreas da música, dança, teatro, arte circense, pintura e literatura mantiveram o uso de máscara, álcool em gel, distanciamento físico, bem como todos os instrumentos utilizados, entre equipamentos de som e microfones, foram devidamente desinfetados, de uma apresentação para outra.

O Março Cultural homenageou o Dia Internacional da Mulher, Dia da Poesia, Dia do Artesão, Dia Internacional do Teatro e Dia Nacional do Circo, além da memória do poeta e letrista jequieense Jorge Salomão, falecido em 2020. Tendo sido dividido em quatro blocos, com horário de apresentação de cada artista pré-fixado, para evitar aglomeração, o evento gravado contou com a participação de profissionais das diversas linguagens artísticas, como artistas plásticos que pintaram quadros, ao vivo, e se apresentaram simultaneamente no espaço.

“Este evento foi pensado para ser no formato live, justamente para evitar aglomeração e assim, manter o enfrentamento à Covid-19. Tendo sido executado com vistas a prestar apoio aos trabalhadores da cultura. O conjunto musical que acompanhou os vários cantores foi o Rosy e Banda, a sonorização e a iluminação foram contrapartidas de projetos do Edital Resistência Cultural, da Lei Aldir Blanc. Já os cachês de todos os artistas e dos apresentadores do evento serão pagos com recursos próprios da Prefeitura de Jequié. A seleção dos artistas foi com base no cadastro sociocultural que vem sendo realizado na sede da Secretaria de Cultura e Turismo, a partir de uma demanda espontânea e sugestão de membros da classe artística, que estão passando por sérias dificuldades financeiras em decorrência de terem interrompidas suas atividades por conta da pandemia.”, destacou o secretário de Cultura e Turismo, Domingos Ailton.