Responsabilidade e Transparência
Vacinação contra o Sarampo

Prefeitura de Jequié realiza ‘Operação Covid-19’ na BR 330

SECOM - Secretaria de Comunicação - segunda-feira, 23 de março, 2020


A Prefeitura de Jequié, numa ação integrada com a Secretaria de Saúde, Secretaria da Fazenda e com a Secretaria de Governo, realizou, neste domingo, dia 22, a ‘Operação Covid-19’, no trecho da BR 330, próximo de Jequié, como forma de fiscalização aos estabelecimentos comerciais que estavam funcionando, em desacordo com o Decreto Municipal Nº 20.349, de 19 de março, que regulamenta restrições de funcionamento dos setores públicos e privados, por 15 dias, como parte do Plano Municipal de Contingência contra o coronavírus. Na ocasião, estiveram presentes o secretário da Fazenda, Verivaldo Santana; o coordenador da Vigilância Sanitária, Alberto Pinto; o coordenador de área, da Guarda Municipal, Miguel Dean Souza Calheira, representando o comandante da corporação, Frankney da Silva Souza, além de fiscais da Departamento de Tributos e dos agentes da Guarda Municipal.

No trecho fiscalizado, diversos bares e estabelecimentos similares estavam abertos, porém, apresentando pouco fluxo de frequentadores. Após a conscientização e explanações feitas sobre as medidas de prevenção contra a doença, os proprietários foram orientados a fecharem os seus estabelecimentos.

A fiscalização vai continuar, em toda a cidade, e a Prefeitura de Jequié, através da Secretaria da Fazenda, poderá notificar e, ainda, suspender o Alvará de Localização e Funcionamento dos estabelecimentos que descumprirem o que foi descrito no Decreto Municipal Nº 20.349, que estabelece que, durante 15 dias, após a liberação do Decreto, não poderão funcionar as casas de shows e espetáculos de qualquer natureza; casas de festas e eventos; feiras, exposições, congressos e seminários; cinemas, teatros e museus; clubes de serviço e de lazer; academias, centros de ginástica e estabelecimentos de condicionamento físico; clínicas de estética e salões de beleza; bares, restaurantes, quiosques e lanchonetes; igrejas e locais destinados a cultos religiosos e espirituais e locais destinados a quaisquer práticas esportivas; quaisquer eventos congêneres com potencial de aglomeração, entre outras ações.

“A ação feita neste domingo, corrobora para fortalecer o combate ao coronavírus e diminuir a sua disseminação. Não houve resistência por parte dos proprietários, mas ainda falta muita conscientização de parte da população. Esperamos que as pessoas colaborem e não se desloquem para esses estabelecimentos, distantes da cidade, como forma de tentar burlar o decreto municipal. A questão é séria e é necessário que as pessoas entendam e nos ajudem a cuidar da saúde de todos.”, destacou o secretário da Fazenda, Verivaldo Santana.