É trabalho. É vida melhor.

Prefeitura de Jequié recebe alimentos da agricultura familiar para distribuição às entidades socioassistenciais conveniadas ao município

SECOM - Secretaria de Comunicação - segunda-feira, 20 de junho, 2022


A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, recebeu nesta segunda-feira, 20, os alimentos de produtores rurais, inseridos no Programa Alimenta Brasil (PAB). Estiveram presentes o secretário de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, José Claudemiro Passos; o diretor de Expansão Rural, da Secretaria de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, Murilo Meneses; o engenheiro agrônomo da Secretaria, Robson Andrade; e os agricultores participantes.

Na ocasião foi servido um café da manhã aos produtores e realizada a pesagem dos produtos, que totalizou neste primeiro dia 16,5 toneladas, perfazendo um investimento inicial de mais de R$ 64 mil reais. Fruto do trabalho conjunto entre as secretarias de Desenvolvimento Social e Secretaria de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, o município de Jequié conseguiu junto ao Ministério da Cidadania ter de volta o Programa Alimenta Brasil, antigo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e, com isso, foi possível beneficiar 143 produtores da agricultura familiar e 32 entidades socioassistenciais, com investimentos finais de R$ 400 mil reais.

As entidades contempladas, que possuem convênio com a administração municipal, e que vão receber os alimentos foram: Associação das Donas de Casa da Bahia (ADCB); Fundação Leur Brito;  Associação Paradesportiva do Interior da Bahia (APIB); Associação de Surdos Centro Educacional Especializado de Jequié (ASCEEJE), Comunidade Terapêutica Renascer; Fundação Urbano de Almeida Neto (FUAN); Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE); Centro de Reabilitação de Usuários de Drogas Ser Livre; Cooperativa de Catadores Recicla Jequié (COOPERJE); Projeto Judô Ação; Instituto Diego Santos; Associação Jequieense de Cegos (AJECE); Centro de Educação Infantil Cansanção Cidade Nova; Instituto Mãos; Instituto Sublime Tarefa; Associação de Assistência dos Moradores do Loteamento Itaigara; Associação Casa das Mulheres; Associação de Deficientes Físicos de Jequié (ADEFIJ); Instituto Social Projeto Culturart  ; Associação Acolher & Transformar: Amor Essencial (AATAE);  Filarmônica e Orquestra Pastoral da Criança; Os Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Mandacaru, do Jequiezinho, do Alto da Bela Vista, do Joaquim Romão e do Cansanção; Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro); Pop; Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS/Medidas Socioeducativas); Núcleo de Atendimento às Mulheres (NAM); Abrigo Infantil Malvina Costa.

“Felizes pela retomada do Programa e mais ainda pela possibilidade de ajudar as entidades que cuidam das famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade do município. O benefício também é para a agricultura familiar, uma vez que os alimentos foram comprados em Jequié, garantindo a renda dos pequenos agricultores, que contam com a agricultura para a sobrevivência familiar. Da nossa agricultura familiar foram comprados banana da terra e da prata, maracujá, hortaliças, como couve, coentro, cebolinha, além de chuchu, maxixe, inhame, melancia, laranja, limão e coco verde. Com o retorno da do Programa, conseguimos promover a inclusão econômica, social e, ainda, propiciamos o fomento à produção com sustentabilidade e à geração de renda para os moradores da Zona Rural.”, comemorou o secretário de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, José Claudemiro Passos.